Letrista, Poeta, Roteirista, Escritor e demasiadamente humano.

O encontro...


Eu encontrei o amor e foi como quebrar os dentes.
O amor foi como um acidente.
Foi cortante e de repente, o amor foi como um acidente.
E olha o que restou, olha o que restou, olha o que restou!

Do amor...

Eu desviei do amor, eu desviei do amor, 
mas um poste, logo em frente, me pegou.
O amor foi como um acidente, 
o amor foi cruel e inconsequente.
O amor foi como um acidente
e ninguém se salvou... do amor!
Não houve sobreviventes!
Encontrar o amor, foi bater de frente.
Como quebrar os dentes, aço acidente.
E olha a desgraça que sobrou.... do amor!

*Tom Bloch, adaptado por InFeto.