Letrista, Poeta, Roteirista, Escritor e demasiadamente humano.

A brutalidade racional


Mataram o professor, porque ele reprovou o aluno;
Mataram o negro, porque ele tinha cara de bandido;
Estupraram a mulher, porque ela tinha cara de puta;
Mataram o cachorro, porque ele mordeu o amigo;
Mataram o leão, porque ele comeu o suicida;
Mataram o tubarão, porque acharam que ele havia
comido um famoso desaparecido;
Mataram o gorila, porque decidiram que ele oferecia
risco a uma criança que despencou de 04m de altura
quando estava sob os cuidados dos animais chamados pais.
Políticos, corruptos, estupradores e outros tipos
continuam vivos, decidindo pelos caminhos dos que pagam
             simplesmente, por terem existido e nada de errado terem cometido.                                                                                                                                                 

   Fonte