Letrista, Poeta, Roteirista, Escritor e demasiadamente humano.

Sem caminho, rumo a ti

















O dia não me caiu bem, e eu estou empachado
A chuva que cai lá fora, embaça ainda mais, minha visão
Estou ressaqueado, da solidão da noite anterior
Mas sabe? Eu queria tanto te ter e te ver
Mesmo não sabendo quem é você
Meus melhores amigos... tive que abandoná-los pelas estradas
Fui obrigado, por consideração a minha inteligência
Será que é por isso, que estou tão solitário?
Até Jesus segue pregado na parede, querendo se libertar
Esperando o resultado de paternidade, em seu exame de DNA